A ADIQUÍMICA, JUNTO COM LÍDERES EMPRESARIAIS DE MAIS DE 100 PAÍSES, COMPROMETE-SE A APOIAR O MULTILATERALISMO NO ÂMBITO DO 75º ANIVERSÁRIO DA ONU

Mais de mil CEOs assinam a Declaração a favor de uma cooperação mundial renovada e comprometem unir-se no negócio de um mundo melhor

O 75º aniversário das Nações Unidas celebra-se num momento de ruptura e transformação mundial sem precedentes, o que constitui um claro aviso de que a cooperação internacional deve mobilizar-se através das fronteiras, dos setores e das gerações para se adaptar às circunstâncias. Esta mensagem surgiu, alto e claro, das centenas de milhares de pessoas que participaram nos diálogos mundiais iniciados pelas Nações Unidas este ano.
Perante a pandemia por COVID-19 e à situação de crise global – que inclui mudanças climáticas, incertezas económicas, desigualdades sociais e aumento da desinformação – as instituições públicas e privadas devem demonstrar que são responsáveis, éticas, inclusivas e transparentes. Esta é a única maneira de fortalecer a confiança pública e alcançar um futuro mais sustentável para todos.

Na Adiquímica, reconhecemos que a paz, a justiça e as instituições sólidas são benéficas para a viabilidade, a longo prazo, de todas as organizações e são fundamentais para defender os Dez Princípios do Pacto Global das Nações Unidas e alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

No espírito de uma renovada cooperação internacional, comprometemo-nos a:

  • Demonstrar liderança ética e boa governação mediante a implementação de estratégias, políticas, operações e relações baseadas nos valores aquando da interação com todos os grupos de interesse;
  • Investir no combate às desigualdades e injustiças sistémicas, através da adopção de decisões inclusivas, participativas e representativas em todos os níveis do nosso negócio;
  • Trabalhar em parceria com as Nações Unidas, os governos e a sociedade civil para fortalecer o acesso à justiça, garantir prestação de contas e a transparência, proporcionar segurança jurídica, promover a igualdade e o respeito aos direitos humanos.

Ao assumir este compromisso, também apelamos aos governos para:

  • Proteger os direitos humanos, garantir a paz e a segurança, e defender o estado de direito para que as empresas, os indivíduos e as sociedades possam prosperar.
  • Criar um entorno propício para servir os interesses das pessoas e do planeta, a prosperidade e o propósito, fortalecendo a cooperação internacional e os quadros jurídicos nacionais.
  • Melhorar o multilateralismo e a governação mundial para combater a corrupção, aumentar a resiliência e atingir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Temos a oportunidade de aprender com as nossas experiências coletivas para nos realinharmos de acordo com a missão das Nações Unidas e liderar o nosso mundo para um caminho mais equitativo, inclusivo e sustentável.

Estamos nisto juntos e estamos unidos no negócio de um mundo melhor.